COMO DIFERENCIAR OS DIVERSOS TIPOS DE TEXTOS

ARTIGO – é um escrito que trata de um determinado assunto que trata de uma explicação, algo, publicação. Texto argumentativo vinculado pela mídia que retrata a opinião crítica do autor.

 

CRÍTICA – é um documento no qual o mérito de uma obra é apreciado.

 

DISSERTAÇÃO – é um documento que descreve um trabalho de pesquisa e que demonstra sólidos conhecimentos. É apresentado a uma banca para obtenção de títulos (mestre/doutor).

 

ENSAIO – é uma contribuição que trata profundamente sobre um determinado assunto.

 

ESTUDO – é um documento que apresenta uma investigação especial.

 

INFORME CIENTÍFICO – é um documento que descreve um assunto a ser julgado sobre assunto. Ex.: O anúncio de gotinha

 

INFORME TÉCNICO – é um documento que se destina tornar público um assunto.

 

INVESTIGAÇÃO – é um documento que descreve a metodologia e os pormenores.

 

MONOGRAFIA – documento que descreve um assunto minucioso sobre um tema relativamente restrito.

 

NOTÍCIA – é uma narrativa baseada em fatos reais que relatam os últimos acontecimentos envolvendo a sociedade.

 

HUMORÍSTICO – é uma narrativa relacionada a um uso específico da linguagem que visa provar o riso do leitor, baseado em situações que pareçam absurdas, cômicas, inesperadas, surpreendentes. Elementos de argumentações: humor, interação…

 

IRÔNICO – (ironia) – é texto que tem como efeito o uso de palavras ou expressões, que em um contexto, específico, ganha sentido oposto ou diverso daquele que costuma ser utilizado. Ex.: “respirar faz mal à saúde”.

ARGUMENTAÇÃO – argumentar é defender uma ideia, procurando apresentar razões para que as pessoas com quem estejam argumentando aceitem nossa ideia como a melhor, a mais equilibrada, ou a mais verdadeira. Em outras palavras, sempre que argumentamos, temos o objetivo de convencer alguém a pensar como nós.

 

O CONTEXTO DA PERSUASÃO – a persuasão ocorre sempre que duas ou mais pessoas defendem posições opostas por meio da argumentação, e a intenção de cada uma delas é convencer a outra de que tem razão.

 

PREMISSA – é cada uma das proposições que servem de base à conclusão. Um dos meios mais simples de argumentação é a apresentação de duas frases, uma das quais é a conclusão da outra. Ex.: O alfabeto japonês tem mais de 3 mil (premissa) símbolos, por isso é muito difícil aprender a escrita da língua japonesa. Por isso inferência – ato ou efeito de concluir.

 

RESENHA – é uma modalidade de texto que se caracteriza pela interligação de níveis: um de informação e outra de avaliação. A sua estrutura geralmente é livre e normalmente faz um resumo a respeito do objeto, apresentando um breve histórico de seu autor. Ressalta as qualidades técnicas, estabelece relações com outros autores e obras. Esse texto é escrito em 3ª pessoa.

 

GÍRIA – é um fenômeno de linguagem especial, usada por certos grupos sociais pertencentes a uma classe, ou a uma profissão em que se usa uma palavra não convencional para designar outras palavras formais da língua, com intuito de fazer segredo, humor, ou distinguir o grupo dos demais, criando um jargão próprio.

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: