O Espelho da Alma

No horizonte perdido dos meus dias
Na brisa da juventude esquecida
Tudo o que fui, me parece fumaça perdida.
No rosto exposto que vejo, uma maré se agita.

Diante do espelho vejo minha alma
Palpitar a juventude construída.
Vejo na flor a beleza e a calma,
Mas que amanhã jaz destruída.

O tempo passa rápido pela minha cabeça.
A ausência me preenche de repente,
Sinto a verdade atravessar minha mente.

Procurar o sentido da alma é descobrir
Um lugar tranquilo no tempo da vida.
Vendo a cada instante uma nova missão ser cumprida.

Simone Gonçalves dos Santos Monteiro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: